Seu Carrinho
Nenhum produto em sua cesta
  • DECIMA SEGUNDA NOITE, A

DECIMA SEGUNDA NOITE, A

VERISSIMO, LUIS FERNANDO OBJ - OBJETIVA CIA DAS LETRAS
Status Produto Produto indisponível
Sinopse

A história é clássica: uma tragicomédia de Shakespeare. O Narrador, nem um pouco: um papagaio francês, de ar aristocrata. A Ousadia da combinação é de Luis Fernando Verissimo, que se inspirou na peça Noite de Reis, para escrever A Décima Segunda Noite. OU, como prefere definir o próprio Verissimo, seu novo livro é uma co-autoria entre ele e o bardo inglês. "Shakespeare forneceu a trama básica, e eu entrei com o resto", explica. SEgundo volume da coleção Devorando Shakespeare, da Editora Objetiva, A Décima Segunda Noite atualiza o texto de mais de 400 anos com um formato ousado, narrado num fôlego só. PElo bico do papagaio, Verissimo conta sua versão desta história. NO texto original, o duque Orsino está apaixonado pela jovem condessa Olívia. PAra aproximar-se dela, pede ajuda a uma moça, que sorrateiramente se passa por homem para trabalhar na Corte. O Moço/moça vira mensageiro do duque, e aí começa uma série de desencontros. A Bela Olívia acaba se encantando pelo mensageiro, que na verdade é ela, e que está apaixonada por Orsino, o duque. NA versão atualizada, Illyria, ilha inventada por Shakespeare para cenário da peça, se transforma num salão de cabeleireiro em Paris. É Lá que trabalha o papagaio Henri, bisbilhoteiro, falastrão e capaz de citar Kierkegaard e John Lennon numa mesma frase. "Henri é pintado de verde e amarelo para ser uma peça de decoração brasileira num salão de beleza temático, e simboliza a dureza que é, para muitos, se manter em Paris ganhando pouco", exp

Detalhes
Peso: 0,4 kg
Número de páginas: 152
Ano de edição: 2006
ISBN 10: 8573028130
ISBN 13: 9788573028133
Idioma: Português
Tipo de produto: Livro
Assuntos: Literatura

Veja e compre também

Avaliações